Voltar

Arroio do Sal (51) 3687-1360

Bal. Pinhal (51) 3682-1122

Capão da Canoa (51) 3625-2112

Capivari do Sul (51) 3685-1181

Caraá (51) 3615-1324

Cidreira (51) 3681-3400

Dom Pedro de Alcântara (51) 3664-0011

Imbé (51) 3627-2655

Itati (51) 3658-5104

Mampituba (51) 3615-2024

Maquiné (51) 3628-1322

Morrinhos do Sul (51) 3605-1112

Mostardas (51) 3673-1258

Osório (51) 3663-3502

Palmares do Sul (51) 3668-1200

Sto. Antº. da Patrulha (51) 3662-2630

Tavares (51) 3674-1513

Terra de Areia (51) 3666-1285

Torres (51) 3664-2300

Tramandaí (51) 3661-1762

Três Cachoeiras (51) 3667-1155

Três Forquilhas (51) 3628-5262

Xangri-Lá (51) 3689-4635

 
Voltar
Tema da segurança pública foi novamente abordado na assembleia da Amlinorte

 

Novamente o tema de segurança pública mobilizou os debates na Assembleia Geral da Amlinorte, realizada no último dia 13 de julho de 2018. O presidente da entidade, prefeito de Capão da Canoa, Amauri Magnus Germano, convidou o comandante do CRPO Litoral, Cel. Paulo Ricardo Garcia da Silveira, para falar sobre o tema e as alternativas de combate a criminalidade.

De acordo com o comandante, apesar de todas as dificuldades, a região vem mantendo as estatísticas em 2018, se comparado com o mesmo período do ano passado. Destacou que a alternativa nesse momento é trabalhar de forma integrada e que o programa do Sistema Integrado de Monitoramento (SIM), da Secretaria de Segurança Pública, é a melhor ferramenta para isso.

Sugeriu que os municípios façam sua adesão ao SIM/RS e também que cada município implante o seu Gabinete de Gestão Integrada (GGI), a exemplo do que foi realizado em Capão da Canoa. “Dessa forma podemos interligar as salas com a mesma tecnologia de fibra ótica, colocando câmeras em pontos estratégicos, com monitoramento constante”, explicou. Também pediu aos municípios apoio para aquisição de aparelhos celulares em comodato, a fim de implantar através de chips de celulares uma rede de WathsApp entre a BM e a comunidade em cada cidade.

O comandante sugeriu reivindicar junto ao governo do Estado para que sejam mantidos mais policiais na região, da nova turma que estará se formando em fevereiro de 2019. Ao ouvir as explanações dos prefeitos sobre a falta de policiamento em seus municípios, o presidente da entidade resumiu destacando que a Amlinorte e o Consórcio Público deverão estudar uma alternativa para auxiliar os municípios pequenos a implantar o GGI. Na ocasião, o diretor de relações governamentais da empresa Superluc, Ricardo Giovanella Neto, se colocou à disposição para estudar as alternativas de implantação do sistema, a exemplo do que foi feito em Capão da Canoa.

Os prefeitos também deverão se unir para pressionar o governo a deixar um número maior de policiais militares na região, da próxima turma de formandos que deverá ocorrer em fevereiro de 2019.

 

Empresa apresenta nova tecnologia para destinação de resíduos sólidos

 

Uma nova tecnologia para implantação de uma Indústria de Resíduos Sólidos Urbanos – RSU, foi apresentada na Assembleia Geral da Amlinorte e CP Amlinorte  pelo engenheiro Lori Giombelli, integrante da empresa Infinita, consorciada com a Usitrar. O consórcio é especializado em geração de energia através da utilização dos RSU – Resíduos Sólidos Urbanos e biomassas, com processamento, através da triagem, separação dos recicláveis e utilização dos orgânicos para recuperação energética, através da tecnologia de desidratação. O engenheiro apresentou o passo a passo de todo processo de funcionamento da usina, cuja tecnologia utilizada é a carbonização dos resíduos para a geração de energia limpa, atendendo a PNRS 12.305/2010, assim como o CONAMA.

Os prefeitos acompanharam a apresentação e questionaram sobre a viabilidade de implantação dessa usina no Litoral Norte. O executivo explicou que seria necessária a cessão de uma área para implantação da usina, que além de dar solução a destinação dos resíduos domésticos também geraria energia para a região. Informou ainda que a empresa já possui uma Licença Prévia da FEPAM para instalação da mesma tecnologia no município de Panambi/RS.

O presidente da Amlinorte, prefeito de Capão da Canoa, Amauri Magnus Germano, solicitou que a empresa apresente em próxima reunião uma proposta sobre os investimentos e tempo para instalação de uma unidade tecnológica dessa natureza no Litoral Norte do RS.

 

Rose Scherer – Jornalista (6.175)

Assessoria de Imprensa da Amlinorte

16/07/2018