Voltar

Arroio do Sal (51) 3687-1360

Bal. Pinhal (51) 3682-1122

Capão da Canoa (51) 3625-2112

Capivari do Sul (51) 3685-1181

Caraá (51) 3615-1324

Cidreira (51) 3681-3400

Dom Pedro de Alcântara (51) 3664-0011

Imbé (51) 3627-2655

Itati (51) 3658-5104

Mampituba (51) 3615-2024

Maquiné (51) 3628-1322

Morrinhos do Sul (51) 3605-1112

Mostardas (51) 3673-1258

Osório (51) 3663-3502

Palmares do Sul (51) 3668-1200

Sto. Antº. da Patrulha (51) 3662-2630

Tavares (51) 3674-1513

Terra de Areia (51) 3666-1285

Torres (51) 3664-2300

Tramandaí (51) 3661-1762

Três Cachoeiras (51) 3667-1155

Três Forquilhas (51) 3628-5262

Xangri-Lá (51) 3689-4635

 
Voltar
Secretários discutem soluções para destinação de resíduos sólidos na região

A Associação dos Municípios do Litoral Norte - Amlinorte promoveu nesta
terça-feira, dia 31 de março de 2015, uma reunião para tratar com o novo
governo a questão da destinação dos resíduos sólidos urbanos e de
construção civil. Participou do evento o representante da Assessoria
Técnica da Secretaria Estadual do Ambiente e Desenvolvimento Sustentável
(SEMA), Luiz Henrique Nascimento, que falou sobre o posicionamento da
secretaria sobre o tema. Segundo ele, a secretária Ana Pellini e a área
técnica são sensíveis a proposta de criação de um consórcio entre os
municípios que viabilize a instalação de um aterro regional.

Segundo ele, a medida contempla a Lei Federal 12.305/2010 que institui a
política nacional de resíduos sólidos, e permite aos municípios a
otimização dos custos. O encontro contou com a presença dos secretários do
Meio Ambiente e Agricultura dos municípios de Tramandaí, Cidreira, Capivari
do Sul, Itati e Três Forquilhas, que relataram as dificuldades encontradas
na região. Atualmente, quatro aterros sanitários atendem as cidade, sendo
eles em Tramandaí, Osório, Terra de Areia e Capão da Canoa. Os dois últimos
estão com dificuldades na liberação de licenciamento junto a Fepam e a
proposta é de que até o final do ano sejam agilizado os processos para que
possam também atender a demanda na alta temporada.

O prefeito de Itati, Gilvan Neubert, também participou da discussão e
salientou que os gestores, além das dificuldades orçamentárias, estão
especialmente preocupados com o cumprimento da legislação, já que a lei
determina prazos e o descumprimento estabelece penalidades.

O técnico da SEMA sugeriu ao grupo que seja elaborado um cronograma para
dar andamento ao projeto do consórcio, já existente, possibilitando medidas
assertivas por parte do Estado. Esse documento deverá ser entregue pelos
prefeitos do Litoral Norte em reunião a ser agendada no mês de maio com a
secretária Ana Pellini.

Participou do encontro o assessor do gabinete do deputado Estadual Gabriel
Souza, Romi Kras, que lembrou da representatividade da região com três
deputados, que certamente deverão apoiar as iniciativas. Também estiveram
presentes o secretário do Meio Ambiente de Tramandaí, Milton Haack, o
secretário de Agricultura de Capivari do Sul, Luiz Carlos da Silva Andrade,
o secretário do Meio Ambiente de Cidreira, Rogério Cardoso, o secretário do
Meio Ambiente de Três Forquilhas, Gélcio S. Witt e o secretário de Esporte,
Turismo e Meio Ambiente de Itati, Nilton Celso da Silveira.



Rose Scherer – Jornalista (6175)

Assessoria de Imprensa da Amlinorte/RS

31/03/2015