Voltar

Arroio do Sal (51) 3687-1360

Bal. Pinhal (51) 3682-1122

Capão da Canoa (51) 3625-2112

Capivari do Sul (51) 3685-1181

Caraá (51) 3615-1324

Cidreira (51) 3681-3400

Dom Pedro de Alcântara (51) 3664-0011

Imbé (51) 3627-2655

Itati (51) 3658-5104

Mampituba (51) 3615-2024

Maquiné (51) 3628-1322

Morrinhos do Sul (51) 3605-1112

Mostardas (51) 3673-1258

Osório (51) 3663-3502

Palmares do Sul (51) 3668-1200

Sto. Antº. da Patrulha (51) 3662-2630

Tavares (51) 3674-1513

Terra de Areia (51) 3666-1285

Torres (51) 3664-2300

Tramandaí (51) 3661-1762

Três Cachoeiras (51) 3667-1155

Três Forquilhas (51) 3628-5262

Xangri-Lá (51) 3689-4635

 
Voltar
Audiência no MP autoriza instalação de água tratada no bairro Quatro Lagos

O prefeito de Arroio do Sal Luciano Pinto e o Procurador Geral do Município Gilberto Machado participaram de uma audiência, no início da tarde de quinta-feira (11), no Ministério Público de Torres, que teve como tema o processo instaurado pela Prefeitura de Arroio do Sal sobra a autorização para instalação de rede de água tratada no bairro Quatro Lagos.

A Superintendência Regional da Corsan e o chefe da empresa em Arroio do Sal, Renato Dacol, também foram convidados para participarem da audiência, já que executarão, em conjunto com o município, os serviços de implantação da água potável para a comunidade beneficiada.

Conforme o prefeito Luciano Pinto, o encontro com o Ministério Público findou o processo que resulta na autorização para que sejam iniciadas as obras públicas no loteamento.

“Estive participando de uma importante reunião no Ministério Público de Torres, juntamente com os representantes da Corsan, onde concluímos todo o trabalho e toda a luta que nós enfrentamos, que nos dará condições de levar água tratada para o bairro Quatro Lagos”, disse.

Para implementar outras melhorias para a comunidade além da água tratada, o prefeito informou que vai decretar a área como de interesse público.

“Vou transformar a parte deste bairro em que já está consolidado, onde já existem muitas construções, em Zona Especial de Interesse Social, e assim esta comunidade finalmente poderá ter água tratada em suas casas e outros benefícios e serviços públicos”, destacou Luciano Pinto.

Jornalista Marcos Lewis - MTB 12.219 – Fone: (51) 9166-8962