Voltar

Arroio do Sal (51) 3687-1360

Bal. Pinhal (51) 3682-1122

Capão da Canoa (51) 3625-2112

Capivari do Sul (51) 3685-1181

Caraá (51) 3615-1324

Cidreira (51) 3681-3400

Dom Pedro de Alcântara (51) 3664-0011

Imbé (51) 3627-2655

Itati (51) 3658-5104

Mampituba (51) 3615-2024

Maquiné (51) 3628-1322

Morrinhos do Sul (51) 3605-1112

Mostardas (51) 3673-1258

Osório (51) 3663-3502

Palmares do Sul (51) 3668-1200

Sto. Antº. da Patrulha (51) 3662-2630

Tavares (51) 3674-1513

Terra de Areia (51) 3666-1285

Torres (51) 3664-2300

Tramandaí (51) 3661-1762

Três Cachoeiras (51) 3667-1155

Três Forquilhas (51) 3628-5262

Xangri-Lá (51) 3689-4635

 
Voltar
7ª JORNADA APÍCOLA DO LITORAL NORTE FOI REALIZADA NO CCFC

Na quinta-feira, dia 21/08, durante todo o dia, foi realizada na sede do CCFC, a 7ª Jornada Apícola do Litoral Norte do RS, evento que reuniu mais de 150 pessoas.
Participaram apicultores de Itati, Terra de Areia, Cidreira, Maquiné, Osório, Tramandaí, Balneário Pinhal, Três Forquilhas, Torres, Imbé, Palmares do Sul, Tapes, Cambará do Sul, Taquara, Morrinhos do Sul e Capão da Canoa.
A abertura oficial com a presença do secretário municipal de Cidadania, Trabalho e Ação Comunitária, João Batista dos Santos (representando o prefeito Valdomiro Novaski), do gerente regional adjunto da Emater/RS-Ascar, Delmar Dietz, do supervisor da Emater/RS-Ascar, Fábio Martins Costa, do presidente da Associação dos Apicultores de Capão da Canoa (APICC), Vilson Renato Sutili, do gerente do Bando do Brasil, Alex Pellenz, e do chefe do escritório da Emater/RS-Ascar de Osório, Pedro Francisco.
O secretário Batista fez o uso da palavra durante a Abertura Oficial e falou aos participantes que o Município de Capão da Canoa tem atualmente sete famílias associadas à Associação dos Apicultores de Capão da Canoa, que produzem 1.400 colméias, conjuntamente, perfazendo um total aproximado de 25 toneladas de mel, ao ano, neste município, trabalho considerado por ele extremamente valoroso e produtivo, e ainda, lembrou que a Prefeitura de Capão da Canoa, através da sua Secretaria, disponibiliza um espaço para a Emater/RS-ASCAR junto à Casa da Cidadania, para auxiliar os produtores de mel em todos seus pleitos e necessidades.

Os palestrantes previstos para se manifestarem aos apicultores presentes falaram, basicamente, sobre medidas para garantir o funcionamento das cooperativas, onde existem sete princípios que norteiam sua forma de organização: adesão livre e voluntária, controle democrático pelo cooperativado, participação econômica dos associados, autonomia e independência, educação treinamento e informação, cooperação entre cooperativas e compromisso com a comunidade.
Ao meio-dia, houve intervalo para almoço no local e, durante à tarde, a programação teve continuidade, sendo que, na oportunidade, foi elaborado coletivamente um documento com as necessidades apontadas pelos apicultores para a qualificação da atividade: considerar a apicultura como atividade de base ecológica para os órgãos governamentais; traçar estratégias para produzir e trocar rainhas; difundir para a sociedade a importância da abelha; melhoria genética da apicultura; oficina para produção de rainha; ampliar a flora melífera; solicitar aos governos municipais que incentivem o cultivo de espécies que produzam massa e floração; realização de oficina de manejo de ninho; e esclarecimento de normas para a habilitação de novas agroindústrias na área.

No encerramento da jornada, os participantes degustaram vários produtos feitos à base de mel, como pães, bolos, bolachas e balas, e também, foi definido que Terra de Areia será a sede do evento em 2015.